sexta-feira, 22 de setembro de 2017

O "segredinho" que seu gerente não te conta na hora de transferir dinheiro do exterior

Fala galera da Finansfera!!!!

Eu já tinha feito aqui um tutorial de como realizar transferência de valores via para o IB via ACH mas hoje vou falar de um "segredinho" que os gerentes de banco não querem te falar quando você precisa realizar uma transferência de valores dos EUA para o Brasil.


É muito simples, basicamente quando a gente realiza a transferência há uma opção se quer transferir em dólares ou em reais e claro que o site já te dá a opção mais vantajosa para o Banco, ou seja, em reais só que a melhor opção para nós é em USD.

Para realizar a transferência vá na opção Transferência Internacional e preencha os dados solicitados. Reparem que a opção está em USD.

Vejam a imagem abaixo:

 

Após o preenchimento dos dados do banco que vai receber os valores aparecerá a opção em BRL.


Quando colocamos os dados do banco já aparece a cotação em reais que no caso é muito baixa. Para realizar a transferência com um spread menor basta mudar novamente esta opção para USD. 

Reparem o spread no momento em que capturei a tela do banco com a tela do site dolarhoje.


Ou seja, praticamente 0,12 por dólar (quase 0,4%). Para cada 10k Trumps o banco fica com uma quantia considerada de Temers! Calma que não acaba por aí, ainda tem IOF de 0,38%.

Quando selecionamos a opção USD o spread é bem menor, tipo 2 a 4 centavos apenas. Não tenho nenhuma imagem aqui pois não fiz transferência e só dá pra saber o valor após a liquidação na conta. Já fiz várias transferências assim e sempre teve spread de 2 a 4 centavos ao invés de 12 centavos.

Mas há um porém nisso tudo. Há uma situação que é melhor transferir em BRL do que em USD, explico. Quando fazemos a transferência em BRL é cobrado apenas o IOF e o câmbio fica sendo o apresentado na hora da transferência ( aquele de 12 centavos a menos) enquanto na transferência em USD além do IOF também é cobrada uma taxa de 40 Trumps independente do valor, então para saber o que é melhor precisamos fazer um cálculo.

Se for pouca grana a ser transferida, o melhor é em BRL mas se for muita, o melhor é em USD. O cálculo é simples. Como o USD tá 3,14 então a taxa será 125,60 Temers, ou seja, é necessário somar isso aos custos. Vamos a um exemplo:

Transferência de 1000 USD a 3,02 ( câmbio do banco) = 3.020
Transferência de 1000 USD a 3,11 ( lembra que falei do spread de 2 a 4 cents? Usei 3) 3.110 - 125,60 (os 40 Trumps de taxa) = 2.984,40 Temers. 

No exemplo acima a melhor maneira de transferir é em BRL. Agora um exemplo de 10k Trumps.

10000 a 3,02 = 30.200
10000 a 3,11 = 31.100 - 125,60 = 30.974,40, ou seja, diferença de 774,4 Temers ou se preferir 246 Trumps! Já imaginou perder 246 Trumps pro banco cada vez que transferir 10k? 

Em movimentações com valores acima de 1,5k Trumps já vale realizar a transferência em USD.

Por enquanto é isso pessoal.

Abraço a todos!

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Não caia nessa de ganhos absurdos repentinos

Fala galera da Finansfera!!!



"Veja aqui onde investir seu dinheiro. Invista com a gente. Ganhos garantidos de 6% ao mês. Deixe seu dinheiro com quem entende e vá viajar. Saiba aqui quais as 5 ações que vai fazer você ganhar muito dinheiro. Veja os Fundos de Imobiliários que vão bombar e te deixar rico. Veja aqui as 5 ações que mais vão valorizar na sua carteira, a terceira é a que mais gosto".

Em seguida vejo por aí anúncios de promessas de ganhos rápidos e absurdos. Vejo também muitas pessoas perguntando o que fazer, onde colocar o dinheiro e querendo colocar mil reais em algum lugar que dê um pequeno retorno de 100 mil em longos 2 anos. Se você pensa um pouco assim, sinto muito desmoronar seu castelinho de areia mas isso "non ecxiste"!!!

Não entrem nessa de ganhos absurdos de quando vemos propagandas dizendo que se você tivesse investido 100 reais há 20 anos hoje seria um Buffett brasileiro. Várias casas de análises, "analistas" e curiosos ficam fazendo essas comparações, não no intuito de mostrar que pode ser bom mas sim querendo argumentar de que a partir de hoje você deve investir desse jeito e esses "especialistas" tem a receita certa.

Claro, existem várias casas de analises boas e eu não tenho compromisso com nenhuma nem no lado positivo nem no lado negativo. Já acompanhei várias e hoje a poucos vão ao encontro da minha filosofia própria, uma é a Suno e outro é o Daniel Nigri do canal Dica de Hoje mas não escrevi este post para fazer propaganda de ninguém, escrevi pra alertar que se você pensa em ganhos rápidos ou então que alguém tem a receita mágica pra te deixar rico, por favor: TIRE ISSO DA CABEÇA POIS NÃO EXISTE ESSA RECEITA.

Costumo dizer que se essas pessoas que prometem milhões pra você soubessem dos segredos que ninguém conhece, eles não venderiam por 300 reais por ano a você, ele faria por conta própria, então procure pensar um pouco sobre como vai aplicar seu dinheiro.

Procure questionar um pouco de tudo e desconfiar de certas dicas. Repito, sempre há aqueles que são honestos e dão boas dicas mas se você consegue analisar uma boa dica então já está na frente dos demais pois muitos querem somente saber qual ação comprar.

Sabe o que é pior? Quando alguém me pergunta o que comprar e quando eu falo que depende e que a pessoa tem que estudar primeiro, geralmente sou visto com maus olhos. As pessoas não gostam quando a gente fala que tem que estudar e analisar o que mais encaixa em seu perfil.

Mas deixando de lado as duras críticas às pessoas que prometem ganhos absurdos e às pessoas que querem a receita de ficar rico mês que vem, vou deixar umas dicas para você que pensa assim.


  1. Não adianta se irritar quando alguém não te falar onde investir seu dinheiro, procure entender que investir é algo bem pessoal e você tem que achar seu perfil;
  2. Procure ler pessoas que são serenas e que mostram lógicas em suas carteiras próprias e estratégias. Fique atento à incongruências como uma pessoa que ganha 10k por mês mas ficou milionária em 1 ano. Pode ser uma grande mentira só para parecer milionário;
  3. Veja muitos videos no youtube e leia muitos blogs, sites, livros e até participe de discussões em grupos de WhatsApp e face, só assim você verá diversas opiniões e após um tempo fará seu filtro e só aproveitará aquilo que se enquadra em seu perfil;
  4. Estude um tipo de investimento por vez, de nada adianta querer aprender sobre ações, opções, FII, ETF, CDB, bitcoins, REIT, debêntures, CRI, Forex e outros tipos de investimentos tudo de uma vez só, vá com calma e logo logo você criará uma boa base;
  5. Não seja desesperado querendo grandes ganhos em curto espaço de tempo e nem fique louco por taxas de modo a colocar seu patrimônio em riscos, muitas pessoas ganharam dinheiro com avestruz master mas muitas pessoas perderam até apartamentos pois cresceram o olho em ganhos de 30% em apenas 3 meses;
  6. Aprenda o que é diversificar e o que é pulverizar, aprenda o que é balancear a carteira entre diversos tipos de investimentos e o que é proteger a carteira com investimentos no exterior;
  7. Defina seus gastos mensais e seu aporte religioso e não deixe de aproveitar a vida também.
Enfim, conselhos tenho vários mas todos eles em cima da filosofia de que você deve ler, entender e investir por conta própria com segurança. Mesmo que vá comprar um tipo de Fundo de Investimento, você deve estudar esse fundo, saber a composição dele e depois entrar nele. Tenho um amigo que comprou um fundo que subiu bem (era de ações), daí ele se empolgou e comprou mais dois fundos (estes eram atraídos a inflação) logo ficou triste pois dos 3 fundos, 2 estavam dando "prejuízos"e ele não conseguia entender o motivo. Após alguns minutos de explicação sobre qual indexador estavam os fundo e os motivos das quedas na rentabilidade ele aprendeu e agradeceu mas não era uma boa hora para sair dos investimentos que fez. 

Enfim, estude onde está colocando seu dinheiro e faça com segurança acreditando em você mesmo. Nem sempre o que é bom pra mim vai ser bom pra você, as vezes podemos ter o mesmo ativo mas posso ter entrado na hora certa e você na hora errada.

Por enquanto é isso pessoal!

Abraço a todos!

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Como é calculado o IPCA? Você já calculou sua inflação?

Fala galera da Finansfera!!!


Ouvimos muito falar da inflação (IPCA) mas nem sempre sabemos como ela pode nos afetar de verdade. Ouvimos a notícia de que a inflação subiu ou caiu e logo ficamos abismados como isso vai afetar nosso poder econômico mas será que você sabe mesmo como será impactado?

Bom, em investimentos sabemos que o IPCA é largamente usado e neste caso é mais fácil saber como vai impactar pois geralmente é o índice IPCA + alguma coisa então vai ser aquele que a gente vê na TV mais a porcentagem contratada.

Quando se fala na inflação afetando seu dia a dia não é bem assim que acontece. Muitas das vezes ela nem tem um impacto tão grande nas suas finanças como você imagina mas para entender o que quero dizer primeiro vamos ver o que é o índice IPCA.

Sem querer reinventar a roda, segue transcrição do site Portal Brasil onde explica sucintamente o que é o IPCA.

"O IPCA/IBGE foi instituído inicialmente com a finalidade de corrigir as demonstrações financeiras das companhias abertas.O Sistema Nacional de Preços ao Consumidor - SNIPC efetua a produção contínua e sistemática de índices de preços ao consumidor tendo como unidade de coleta estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços, concessionária de serviços públicos e domicílios (para levantamento de aluguel e condomínio). A população-objetivo do IPCA abrange as famílias com rendimentos mensais compreendidos entre 1 (hum) e 40 (quarenta) salários-mínimos, qualquer que seja a fonte de rendimentos, e residentes nas áreas urbanas das regiões (isso equivale a aproximadamente 90% das famílias brasileiras). Também são produzidos indexadores com objetivos específicos, como é o caso atualmente do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo Especial - IPCA-E. A partir do mês de maio de 2000, o IBGE, passou também a disponibilizar através da Internet o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 - IPCA-15. Outros índices foram divulgados nos seguintes períodos: Índice de Preços ao Consumidor - IPC (março de 1986 a fevereiro de 1991); Índice de Reajuste de Valores Fiscais - IRVF (junho de 1990 a janeiro de 1991); Índice da Cesta Básica - ICB (agosto de 1990 a janeiro de 1991); Índice de Reajuste do Salário-Mínimo - IRSM (janeiro de 1992 a junho de 1994); Índice Nacional de Preços ao Consumidor Especial - INPC-E (novembro de 1992 a junho de 1994); Índice de Preços ao Consumidor série r - IPC-r (julho de 1994 a junho de 1995).
Abrangência geográfica: Regiões metropolitanas de Belém, Fortaleza, Recife, Salvador, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre, Brasília e município de Goiânia".

Como podemos ver o índice busca abranger a maior parte da população mas nem sempre você está enquadrado nesses 90% então é interessante calcular seu próprio índice mas para isso vamos detalhar um pouco as categorias calculadas.

Na tabela abaixo podemos ver o peso dos gastos em cada categoria. A tabela mostra o peso dos gastos antes de 2011e após 2012 quando houve uma alteração.

PESO DOS GRUPOS DE PRODUTOS E SERVIÇOS
Tipo de Gasto
Peso % do Gasto
(até 31.12.2011)
Peso % do Gasto
(a partir de 01.01.2012)
Alimentação e bebidas
23,46
23,12
Transportes
18,69
20,54
Habitação
13,25
14,62
Saúde e cuidados pessoais
10,76
11,09
Despesas pessoais
10,54
9,94
Vestuário
6,94
6,67
Comunicação
5,25
4,96
Artigos de residência
3,90
4,69
Educação
7,21
4,37
Total
100,00
100,00

Fazendo sua própria tabela com essas categorias e preenchendo as porcentagens gasta no mês você já terá uma ideia de quanto está próximo ou distante da inflação prevista pelo governo. 

Mas ainda assim podemos ser mais precisos então vamos ver o que entra em cada categoria. Ao todo são 450 itens divididos nessas categorias então veremos que alguns itens aqui nós nunca compramos e outros tem peso maior que previsto pelo governo. 

Segue a tabela da inflação do mês de março de 2017. Fonte Advfn

Para cálculo do índice do mês foram comparados os preços coletados no período de 25 de fevereiro a 29 de março de 2017 (referência) com os preços vigentes no período de 31 de janeiro a 24 de fevereiro de 2017 (base).
 Variação mensal de todos os itens que participam da composição do IPCA
Confira abaixo a variação mensal, a variação acumulada anual e a variação acumulada nos últimos doze meses dos preços de todos os produtos e serviços pesquisados pelo IBGE para o cálculo do IPCA de março de 2017.

Mês (%)
Ano (%)
12 Meses (%)
ÍNDICE GERAL
0,25
0,96
4,57
1) ALIMENTAÇÃO E BEBIDAS
0,34
0,24
4,04
1.01) ALIMENTAÇÃO NO DOMICÍLIO
0,31
-0,27
3,00
1.01.01) CEREAIS, LEGUMINOSAS E OLEAGINOSAS
-2,82
-10,87
7,47
1.01.01.01) ARROZ
-1,13
-1,84
10,54
1.01.01.02) FEIJÃO-MULATINHO
-4,50
-0,41
62,72
1.01.01.03) FEIJÃO-PRETO
-9,11
-20,59
20,02
1.01.01.04) FEIJÃO-MACASSAR (FRADINHO)
1,33
-2,33
35,54
1.01.01.05) FEIJÃO-CARIOCA (RAJADO)
-5,59
-30,01
-14,10
1.01.02) FARINHAS, FÉCULAS E MASSAS
-0,24
1,77
10,83
1.01.02.01) FARINHA DE ARROZ
0,53
0,22
3,34
1.01.02.02) MACARRÃO
-0,19
-0,30
5,45
1.01.02.03) FUBÁ DE MILHO
-0,18
-1,16
16,94
1.01.02.04) AMIDO DE MILHO
-0,06
0,58
8,90
1.01.02.05) FLOCOS DE MILHO
1,36
0,61
12,69
1.01.02.06) FARINHA DE TRIGO
-3,50
-5,49
-4,89
1.01.02.07) FARINHA VITAMINADA
-0,16
0,72
9,17
1.01.02.08) FARINHA DE MANDIOCA
0,40
8,71
28,93
1.01.02.09) MASSA SEMIPREPARADA
0,73
1,34
7,04
1.01.03) TUBÉRCULOS, RAÍZES E LEGUMES
6,25
-1,70
-37,76
1.01.03.01) BATATA-INGLESA
5,08
-8,69
-42,14
1.01.03.02) INHAME
2,58
-19,42
-18,40
1.01.03.03) MANDIOCA (AIPIM)
-4,35
0,04
6,81
1.01.03.04) ABÓBORA
-2,90
-11,01
-26,00
1.01.03.05) PIMENTÃO
-2,34
5,00
-27,30
1.01.03.06) QUIABO
-8,53
-15,65
-4,71
1.01.03.07) TOMATE
14,47
4,21
-26,92
1.01.03.08) CEBOLA
-0,63
-6,04
-51,15
1.01.03.09) CENOURA
6,83
28,94
-45,47
1.01.03.10) MANDIOQUINHA (BATATA-BAROA)
-11,80
-25,21
-7,95
1.01.04) AÇÚCARES E DERIVADOS
-1,55
-1,40
9,08
1.01.04.01) AÇÚCAR REFINADO
-1,65
-2,04
5,06
1.01.04.02) AÇÚCAR CRISTAL
-2,19
-2,83
8,70
1.01.04.03) BALAS
-2,09
-1,24
5,45
1.01.04.04) CHOCOLATE EM BARRA E BOMBOM
-4,19
-2,01
12,61
1.01.04.05) SORVETE
0,81
-0,13
8,83
1.01.04.06) CHOCOLATE E ACHOCOLATADO EM PÓ
0,73
2,30
10,91
1.01.04.07) DOCE FRUTAS EM PASTA
-2,10
-4,39
15,23
1.01.05) HORTALIÇAS E VERDURAS
1,32
10,84
-9,08
1.01.05.01) ALFACE
0,50
10,45
-6,53
1.01.05.02) COENTRO
2,40
9,26
-1,11
1.01.05.03) COUVE
-2,39
5,03
-12,17
1.01.05.04) COUVE-FLOR
6,48
14,75
-3,87
1.01.05.05) REPOLHO
6,29
14,72
-28,40
1.01.05.06) CHEIRO-VERDE
-0,21
10,05
1,26
1.01.05.07) AGRIÃO
2,36
-0,08
-4,05
1.01.05.08) BRÓCOLIS
4,73
16,50
-8,64
1.01.06) FRUTAS
1,39
-0,71
2,35
1.01.06.01) BANANA-DA-TERRA
-0,41
-10,65
-1,97
1.01.06.02) ABACAXI
-1,04
7,48
-5,40
1.01.06.03) ABACATE
-13,67
-49,31
-3,87
1.01.06.04) BANANA-D’AGUA
0,14
-12,68
23,75
1.01.06.05) BANANA-MAÇÃ
-5,42
-12,70
16,12
1.01.06.06) BANANA-PRATA
1,82
3,72
4,90
1.01.06.07) LARANJA-BAIA
2,49
4,34
-26,36
1.01.06.08) LIMÃO
-8,94
-50,23
-23,23
1.01.06.09) MAÇÃ
-7,24
-12,77
-10,78
1.01.06.10) MAMÃO
7,76
-6,45
-30,79
1.01.06.11) MANGA
18,35
29,87
-4,39
1.01.06.12) MARACUJÁ
-15,72
-8,49
-32,12
1.01.06.13) MELANCIA
8,52
10,78
-2,88
1.01.06.14) PÊRA
-4,04
-8,26
-10,58
1.01.06.15) TANGERINA
-1,16
-6,39
38,75
1.01.06.16) UVA
3,73
-4,98
-14,24
1.01.06.17) LARANJA-PÊRA
5,29
21,84
40,25
1.01.06.18) MORANGO
3,11
3,57
-11,33
1.01.06.19) GOIABA
3,15
-1,26
0,35
1.01.07) CARNES
-0,96
-1,86
-0,01
1.01.07.01) FÍGADO
-2,43
-2,06
3,46
1.01.07.02) CARNE DE PORCO
1,43
2,26
6,09
1.01.07.03) CARNE DE CARNEIRO
2,74
3,48
-12,52
1.01.07.04) CONTRAFILÉ
-1,84
-2,65
-1,19
1.01.07.05) FILÉ-MIGNON
-2,31
-4,84
-3,80
1.01.07.06) CHÃ DE DENTRO
-1,35
-2,59
-1,88
1.01.07.07) ALCATRA
-2,83
-3,76
-0,29
1.01.07.08) PATINHO
0,75
-0,58
-1,62
1.01.07.09) LAGARTO REDONDO
-1,58
0,86
1,35
1.01.07.10) LAGARTO COMUM
-0,78
-3,31
-2,77
1.01.07.11) MÚSCULO
-0,83
-1,56
1,84
1.01.07.12) PÁ
1,26
0,65
0,14
1.01.07.13) ACÉM
-0,56
-0,76
0,19
1.01.07.14) PEITO
-1,81
-7,28
-3,86
1.01.07.15) CAPA DE FILÉ
-1,16
-1,03
0,27
1.01.07.16) COSTELA
-0,78
-2,21
0,80
1.01.08) PESCADOS
3,43
6,33
9,29
1.01.08.01) PEIXE-ANCHOVA
13,75
16,45
5,57
1.01.08.02) PEIXE-BADEJO
-5,61
1,93
-0,19
1.01.08.03) PEIXE-CORVINA
7,77
4,34
-8,60
1.01.08.04) PEIXE-CAVALINHA
1,21
-4,85
-5,70
1.01.08.05) PEIXE
0,75
3,82
9,31
1.01.08.06) PEIXE-SARDINHA
-0,81
2,15
15,41
1.01.08.07) CAMARÃO
2,91
8,68
32,81
1.01.08.08) PEIXE-VERMELHO
1,23
7,09
1,01
1.01.08.09) PEIXE-CAVALA
6,40
0,99
3,82
1.01.08.10) PEIXE-PACU
7,35
-1,50
15,84
1.01.08.11) PEIXE-DOURADO
10,81
19,46
8,65
1.01.08.12) PEIXE-CAÇÃO
-4,39
-2,66
-5,47
1.01.08.13) PEIXE-MERLUZA
6,46
6,33
11,24
1.01.08.14) PEIXE-SERRA
2,12
2,20
4,27
1.01.08.15) PEIXE-PESCADA
3,82
9,25
2,87
1.01.08.15) CARANGUEJO
1,00
2,37
-1,42
1.01.08.16) PEIXE-CASTANHA
-7,07
-3,53
-3,88
1.01.08.17) PEIXE-SALMÃO
1,91
3,91
18,04
1.01.08.18) PEIXE-TILÁPIA
8,43
5,87
13,02
1.01.08.19) PEIXE-TUCUNARÉ
3,81
11,05
6,04
1.01.08.20) PEIXE-DOURADA
3,81
11,69
12,97
1.01.08.21) PEIXE-PEROA
-3,79
-4,94
18,26
1.01.08.22) PEIXE-PINTADO
3,96
8,80
19,62
1.01.09) CARNES E PEIXES INDUSTRIALIZADOS
-0,26
1,07
5,25
1.01.09.01) PRESUNTO
0,17
1,82
5,84
1.01.09.02) SALSICHA
-0,49
2,25
5,82
1.01.09.03) LINGUIÇA
-0,59
2,39
7,74
1.01.09.04) MORTADELA
0,66
-0,11
6,91
1.01.09.05) SALAME
-2,47
0,40
-4,43
1.01.09.06) CARNE-SECA E DE SOL
-0,24
-2,15
-0,28
1.01.09.07) CARNE DE PORCO SALGADA E DEFUMADA
-0,05
-0,79
-3,57
1.01.09.08) HAMBÚRGUER
-1,49
1,81
11,52
1.01.10) AVES E OVOS
1,17
-1,56
2,06
1.01.10.01) FRANGO INTEIRO
-0,50
-4,63
0,58
1.01.10.02) FRANGO EM PEDAÇOS
0,47
-2,35
1,37
1.01.10.03) OVO DE GALINHA
5,86
6,57
6,28
1.01.11) LEITES E DERIVADOS
1,46
1,86
12,49
1.01.11.01) LEITE LONGA VIDA
2,60
3,62
8,80
1.01.11.02) LEITE CONDENSADO
-1,29
-2,15
43,35
1.01.11.03) LEITE EM PÓ
0,13
-0,97
22,51
1.01.11.04) QUEIJO
0,45
0,07
11,97
1.01.11.05) CREME DE LEITE
1,50
6,78
41,53
1.01.11.06) IOGURTE E BEBIDAS LÁCTEAS
0,77
1,90
14,47
1.01.11.07) MANTEIGA
2,22
5,63
35,30
1.01.12) PANIFICADOS
0,73
1,17
4,31
1.01.12.01) BISCOITO
0,48
0,03
5,41
1.01.12.02) PÃO FRANCÊS
0,91
1,00
3,26
1.01.12.03) PÃO DOCE
0,48
0,62
4,19
1.01.12.04) PÃO DE FORMA
0,80
3,23
5,09
1.01.12.05) BOLO
0,55
6,14
9,37
1.01.12.06) PÃO DE QUEIJO
-0,89
0,62
6,48
1.01.13) ÓLEOS E GORDURAS
-0,75
5,95
8,88
1.01.13.01) ÓLEO DE SOJA
-1,25
7,43
9,32
1.01.13.02) AZEITE DE OLIVA
-1,41
-1,42
0,51
1.01.13.03) MARGARINA
0,36
4,54
9,61
1.01.14) BEBIDAS E INFUSÕES
0,25
1,35
9,01
1.01.14.01) SUCO DE FRUTAS
0,77
-0,41
5,21
1.01.14.02) AÇAÍ (EMULSÃO)
8,47
23,67
-4,31
1.01.14.03) CAFÉ MOÍDO
1,89
5,20
21,42
1.01.14.04) CAFÉ SOLÚVEL
-0,38
0,85
6,92
1.01.14.05) CHÁ
0,21
-0,51
-1,23
1.01.14.06) REFRIGERANTE E ÁGUA MINERAL
-0,75
0,71
8,19
1.01.14.07) CERVEJA
-0,63
-2,08
3,19
1.01.14.08) OUTRAS BEBIDAS ALCOÓLICAS
0,60
0,73
11,16
1.01.15) ENLATADOS E CONSERVAS
0,62
0,62
6,36
1.01.15.01) COCO RALADO
0,09
4,65
10,10
1.01.15.02) ERVILHA EM CONSERVA
0,76
1,88
13,06
1.01.15.03) PALMITO EM CONSERVA
2,52
2,25
4,36
1.01.15.04) PEPINO EM CONSERVA
1,09
-0,39
-5,28
1.01.15.05) SARDINHA EM CONSERVA
-0,44
-0,91
3,53
1.01.15.06) SALSICHA EM CONSERVA
1,53
2,51
3,87
1.01.15.07) CARNE EM CONSERVA
2,25
-0,64
8,27
1.01.15.08) PATÊ
0,23
0,94
11,12
1.01.15.09) SOPA DESIDRATADA
1,65
3,21
8,01
1.01.15.10) AZEITONA
0,86
1,28
6,68
1.01.15.11) MILHO-VERDE EM CONSERVA
0,78
-0,01
13,00
1.01.15.12) ATUM EM CONSERVA
-0,46
-1,06
4,32
1.01.16) SAL E CONDIMENTOS
0,78
-0,34
-0,13
1.01.16.01) LEITE DE COCO
-0,54
13,21
23,63
1.01.16.02) ATOMATADO
0,53
1,29
4,43
1.01.16.03) ALHO
2,36
-3,78
-9,46
1.01.16.04) SAL
-0,88
0,07
6,46
1.01.16.05) FERMENTO
-0,32
-0,61
-3,47
1.01.16.06) MAIONESE
-0,84
-0,53
-5,29
1.01.16.07) VINAGRE
2,02
3,85
6,07
1.01.16.08) CALDO CONCENTRADO
2,14
3,13
13,16
1.01.16.09) TEMPERO MISTO
-0,78
0,16
7,37
1.02) ALIMENTAÇÃO FORA DO DOMICÍLIO
0,41
1,22
6,05
1.02.01) ALIMENTAÇÃO FORA DO DOMICÍLIO
0,41
1,22
6,05
1.02.01.01) REFEIÇÃO
0,37
1,22
4,23
1.02.01.02) LANCHE
0,52
1,45
10,36
1.02.01.03) CAFÉ DA MANHÃ
-0,67
0,78
10,14
1.02.01.04) REFRIGERANTE E ÁGUA MINERAL
0,63
-0,02
6,97
1.02.01.05) CAFEZINHO
0,71
0,02
10,76
1.02.01.06) CERVEJA
0,42
1,61
5,60
1.02.01.07) OUTRAS BEBIDAS ALCOÓLICAS
0,22
0,05
6,82
1.02.01.08) DOCES
0,53
0,99
5,90

2) ARTIGOS DE RESIDÊNCIA
-0,29
-0,21
1,00
2.01) MÓVEIS E UTENSÍLIOS
-0,16
0,38
1,77
2.01.01) MOBILIÁRIO
-0,44
0,30
-0,64
2.01.01.01) MÓVEL PARA SALA
0,05
0,52
-0,89
2.01.01.02) MÓVEL PARA QUARTO
-1,03
0,32
-0,60
2.01.01.03) MÓVEL PARA COPA E COZINHA
-0,09
0,69
2,55
2.01.01.04) MÓVEL INFANTIL
-1,19
-2,58
-6,31
2.01.01.05) COLCHÃO
-0,82
-1,07
-3,87
2.01.02) UTENSÍLIOS E ENFEITES
0,38
0,86
6,45
2.01.02.01) TAPETE
0,65
0,29
5,07
2.01.02.02) CORTINA
0,08
1,75
7,97
2.01.02.03) UTENSÍLIOS DE METAL
-0,14
-0,01
2,79
2.01.02.04) UTENSÍLIOS DE VIDRO E LOUÇA
-0,46
-0,39
2,21
2.01.02.05) UTENSÍLIOS DE PLÁSTICO
0,12
0,04
4,48
2.01.02.06) FLORES NATURAIS
0,02
0,04
6,69
2.01.02.07) UTENSÍLIOS DIVERSOS
1,19
2,11
11,27
2.01.03) CAMA, MESA E BANHO
0,05
-0,14
4,20
2.01.03.01) ROUPA DE CAMA
0,28
-0,76
4,44
2.01.03.02) ROUPA DE BANHO
-0,61
1,67
3,53
2.02) APARELHOS ELETROELETRÔNICOS
-0,50
-1,05
-0,18
2.02.01) ELETRODOMÉSTICOS E EQUIPAMENTOS
-0,59
-0,08
0,12
2.02.01.01) REFRIGERADOR
-0,37
0,84
0,01
2.02.01.02) AR-CONDICIONADO
-0,53
-1,26
6,70
2.02.01.03) MÁQUINA DE LAVAR ROUPA
-0,16
0,09
0,01
2.02.01.04) LIQUIDIFICADOR
-0,12
-2,33
3,67
2.02.01.05) VENTILADOR
-1,86
-2,07
1,19
2.02.01.06) FOGÃO
-1,05
-1,23
-2,51
2.02.01.07) CHUVEIRO ELÉTRICO
-0,43
0,45
4,20
2.02.01.08) FORNO DE MICRO-ONDAS
-1,84
-2,35
5,69
2.02.02) TV, SOM E INFORMÁTICA
-0,35
-2,49
-0,63
2.02.02.01) TELEVISOR
1,00
0,56
6,77
2.02.02.02) APARELHO DE SOM
-0,87
-2,72
-2,16
2.02.02.03) APARELHO DE DVD
-0,68
-2,03
0,89
2.02.02.04) ANTENA
0,39
0,27
-1,69
2.02.02.05) MICROCOMPUTADOR
-1,05
-4,47
-4,86
2.03) CONSERTOS E MANUTENÇÃO
-0,11
0,10
1,85
2.03.01) CONSERTOS E MANUTENÇÃO
-0,11
0,10
1,85
2.03.01.01) CONSERTO DE REFRIGERADOR
0,84
1,90
4,56
2.03.01.02) CONSERTO DE TELEVISOR
-0,83
0,82
2,01
2.03.01.03) CONSERTO DE APARELHO DE SOM
0,38
-0,42
2,51
2.03.01.04) CONSERTO DE MÁQUINA DE LAVAR ROUPA
0,62
0,03
4,43
2.03.01.05) REFORMA DE ESTOFADO
-0,61
-1,15
-0,72
2.03.01.06) MANUTENÇÃO DE MICROCOMPUTADOR
-0,15
-2,72
-6,26
3) COMUNICAÇÃO
-0,63
0,65
2,74
3.01) COMUNICAÇÃO
-0,63
0,65
2,74
3.01.01) COMUNICAÇÃO
-0,63
0,65
2,74
3.01.01.01) CORREIO
0,00
0,00
7,95
3.01.01.02) TELEFONE FIXO
-2,24
-2,24
-0,84
3.01.01.03) TELEFONE PÚBLICO
-0,22
0,21
4,24
3.01.01.04) TELEFONE CELULAR
0,00
2,53
7,71
3.01.01.05) ACESSO À INTERNET
0,00
0,00
0,00
3.01.01.06) APARELHO TELEFÔNICO
-1,14
-1,21
-4,08
3.01.01.07) TELEFONE COM INTERNET – PACOTE
0,00
0,00
0,00
3.01.01.08) TV POR ASSINATURA COM INTERNET
0,00
5,52
5,52
4) DESPESAS PESSOAIS
0,52
1,29
6,64
4.01) SERVIÇOS PESSOAIS
0,50
1,31
7,70
4.01.01) SERVIÇOS PESSOAIS
0,50
1,31
7,70
4.01.01.01) COSTUREIRA
0,79
0,58
2,55
4.01.01.02) MANICURE
-0,02
0,93
5,30
4.01.01.03) CABELEIREIRO
0,63
0,64
2,92
4.01.01.04) EMPREGADO DOMÉSTICO
0,52
1,58
9,63
4.01.01.05) DEPILAÇÃO
-1,20
-0,44
2,34
4.01.01.06) DESPACHANTE
-0,14
3,07
5,03
4.01.01.07) SERVIÇO BANCÁRIO
0,52
1,05
7,74
4.01.01.08) CONSELHO DE CLASSE
0,72
2,17
9,84
4.02) RECREAÇÃO, FUMO E FILMES
0,57
1,26
4,99
4.02.01) RECREAÇÃO
0,16
1,10
3,22
4.02.01.01) CINEMA
1,09
1,99
9,05
4.02.01.02) CD E DVD
1,58
2,18
0,15
4.02.01.03) INGRESSO PARA JOGO
-4,09
-5,74
-12,27
4.02.01.04) CLUBE
1,60
5,90
8,18
4.02.01.05) INSTRUMENTO MUSICAL
-0,19
-1,55
0,98
4.02.01.06) TRATAMENTO DE ANIMAIS
0,70
2,16
7,56
4.02.01.07) BICICLETA
0,56
0,70
3,04
4.02.01.08) ALIMENTO PARA ANIMAIS
0,75
2,48
17,58
4.02.01.09) BRINQUEDO
0,45
0,02
6,47
4.02.01.10) LOCAÇÃO DE DVD
0,22
0,68
1,26
4.02.01.11) BOATE E DANCETERIA
-2,10
-0,71
-3,64
4.02.01.12) JOGOS DE AZAR
0,00
0,00
0,00
4.02.01.13) MOTEL
0,52
0,64
1,34
4.02.01.14) HOTEL
0,34
0,47
-6,06
4.02.01.15) EXCURSÃO
-0,67
2,03
2,62
4.02.02) FUMO
1,68
1,68
9,92
4.02.02.01) CIGARRO
1,68
1,68
9,92
4.02.03) FOTOGRAFIA E FILMAGEM
1,29
1,23
9,74
4.02.03.01) MÁQUINA FOTOGRÁFICA
0,82
2,25
10,96
4.02.03.02) REVELAÇÃO E CÓPIA
2,10
-0,43
7,76




5) EDUCAÇÃO
0,95
6,35
8,30
5.01) CURSOS, LEITURA E PAPELARIA
0,95
6,35
8,30
5.01.01) CURSOS REGULARES
1,19
8,26
9,28
5.01.01.01) CRECHE
1,36
9,94
12,41
5.01.01.02) EDUCAÇÃO INFANTIL
1,10
10,22
10,33
5.01.01.03) ENSINO FUNDAMENTAL
1,12
10,05
10,18
5.01.01.04) ENSINO MÉDIO
1,38
9,85
9,98
5.01.01.05) ENSINO SUPERIOR
1,51
7,96
9,94
5.01.01.06) PÓS – GRADUAÇÃO
-1,11
-0,78
-0,57
5.01.02) LEITURA
0,16
2,88
7,73
5.01.02.01) JORNAL DIÁRIO
0,00
2,92
5,39
5.01.02.02) ASSINATURA DE JORNAL
0,00
-0,13
3,97
5.01.02.03) REVISTA
0,00
3,09
11,65
5.01.02.04) LIVRO
0,63
3,37
5,06
5.01.03) PAPELARIA
1,27
2,06
9,04
5.01.03.01) CADERNO
1,89
1,80
8,67
5.01.03.02) FOTOCÓPIA
-0,60
1,41
5,46
5.01.03.03) ARTIGO DE PAPELARIA
1,09
2,33
9,77
5.01.04) CURSOS DIVERSOS
0,45
3,50
4,70
5.01.04.01) CURSO PREPARATÓRIO
0,47
4,62
6,26
5.01.04.02) CURSO TÉCNICO
-0,95
-0,52
1,04
5.01.04.03) CURSO DE IDIOMA
0,95
6,23
6,28
5.01.04.04) CURSO DE INFORMÁTICA
1,10
2,34
4,92
5.01.04.05) ATIVIDADES FÍSICAS
0,00
1,24
2,69

6) HABITAÇÃO
1,18
1,59
4,47
6.01) ENCARGOS E MANUTENÇÃO
0,17
0,85
7,30
6.01.01) ALUGUEL E TAXAS
0,16
0,97
8,12
6.01.01.01) ALUGUEL RESIDENCIAL
0,15
0,54
4,47
6.01.01.02) CONDOMÍNIO
0,23
1,71
7,51
6.01.01.03) TAXA DE ÁGUA E ESGOTO
0,12
1,25
18,89
6.01.01.04) MUDANÇA
-0,42
2,28
2,13
6.01.02) REPAROS
0,37
1,05
5,66
6.01.02.01) FERRAGENS
0,83
1,15
3,00
6.01.02.02) MATERIAL DE ELETRICIDADE
0,71
2,20
3,04
6.01.02.03) MATERIAL DE PINTURA
-0,43
-0,66
2,45
6.01.02.04) VIDRO
0,41
2,03
4,04
6.01.02.05) TINTA
-0,27
0,63
5,09
6.01.02.06) REVESTIMENTO DE PISO E PAREDE
1,07
0,34
-0,63
6.01.02.07) CIMENTO
-0,92
-1,84
-5,87
6.01.02.08) TIJOLO
0,53
0,44
-0,75
6.01.02.09) MATERIAL HIDRÁULICO
-0,96
0,23
0,37
6.01.02.10) MÃO DE OBRA
0,52
1,57
9,25
6.01.02.11) AREIA
0,81
1,32
1,35
6.01.02.12) TELHA
0,92
0,94
0,82
6.01.03) ARTIGOS DE LIMPEZA
-0,27
-0,60
5,24
6.01.03.01) ÁGUA SANITÁRIA
-0,15
-0,40
4,42
6.01.03.02) DETERGENTE
-0,71
-1,42
4,11
6.01.03.03) SABÃO EM PÓ
-0,40
-0,97
4,85
6.01.03.04) DESINFETANTE
-1,09
-0,90
6,88
6.01.03.05) INSETICIDA
0,36
-0,71
4,10
6.01.03.06) SABÃO EM BARRA
0,46
1,04
7,48
6.01.03.07) ESPONJA DE LIMPEZA
0,28
-0,31
2,85
6.01.03.08) AMACIANTE
0,03
-0,06
6,35
6.02) COMBUSTÍVEIS E ENERGIA
3,52
3,28
-1,37
6.02.01) COMBUSTÍVEIS (DOMÉSTICOS)
1,05
0,97
3,87
6.02.01.01) CARVÃO VEGETAL
-1,25
-5,84
-14,97
6.02.01.02) GÁS DE BOTIJÃO
1,13
0,73
3,97
6.02.01.03) GÁS ENCANADO
0,10
5,75
4,46
6.02.02) ENERGIA ELÉTRICA RESIDENCIAL
4,43
4,13
-3,13
6.02.02.01) ENERGIA ELÉTRICA RESIDENCIAL
4,43
4,13
-3,13
7) SAÚDE E CUIDADOS PESSOAIS
0,69
1,90
10,34



7.01) PRODUTOS FARMACÊUTICOS E ÓTICOS
0,39
0,98
11,68
7.01.01) PRODUTOS FARMACÊUTICOS
0,40
1,11
12,76
7.01.01.01) ANTI-INFECCIOSO E ANTIBIÓTICO
0,47
1,82
12,60
7.01.01.02) ANALGÉSICO E ANTITÉRMICO
0,37
1,37
13,19
7.01.01.03) ANTI-INFLAMATÓRIO E ANTIRREUMÁTICO
-0,20
0,94
11,88
7.01.01.04) ANTIGRIPAL E ANTITUSSÍGENO
-0,14
1,33
12,18
7.01.01.05) DERMATOLÓGICO
0,70
0,83
11,59
7.01.01.06) ANTIALÉRGICO E BRONCODILATADOR
0,83
1,17
14,06
7.01.01.07) GASTROPROTETOR
0,84
1,75
18,26
7.01.01.08) VITAMINA E FORTIFICANTE
1,05
2,48
13,91
7.01.01.09) HORMÔNIO
0,49
0,15
12,58
7.01.01.10) PSICOTRÓPICO E ANOREXÍGENO
1,19
1,45
13,67
7.01.01.11) HIPOTENSOR E HIPOCOLESTEROLEMICO
-0,18
0,35
10,65
7.01.01.12) OFTALMOLÓGICO
0,43
2,20
12,27
7.01.02) PRODUTOS ÓTICOS
0,30
-0,61
-0,83
7.01.02.01) ARMAÇÃO DE ÓCULOS
1,25
-1,26
1,67
7.01.02.02) ÓCULOS SEM GRAU
-0,11
-1,33
-6,08
7.01.02.03) LENTES DE ÓCULOS E DE CONTATO
0,26
0,06
1,96
7.02) SERVIÇOS DE SAÚDE
0,88
2,71
11,06
7.02.01) SERVIÇOS MÉDICOS E DENTÁRIOS
0,61
1,85
6,54
7.02.01.01) MÉDICO
0,33
1,51
5,69
7.02.01.02) DENTISTA
0,71
2,10
7,49
7.02.01.03) APARELHO ORTODONTICO
1,05
2,53
7,83
7.02.01.04) ARTIGOS ORTOPÉDICOS
-0,24
-0,63
9,32
7.02.01.05) FISIOTERAPEUTA
2,06
3,11
7,94
7.02.01.06) PSICÓLOGO
0,38
1,15
3,87
7.02.02) SERVIÇOS LABORATORIAIS E HOSPITALARES
0,28
1,21
5,42
7.02.02.01) EXAME DE LABORATÓRIO
0,76
2,17
4,65
7.02.02.02) HOSPITALIZAÇÃO E CIRURGIA
0,13
0,96
6,06
7.02.02.03) EXAME DE IMAGEM
0,34
1,18
3,79
7.02.03) PLANO DE SAÚDE
1,07
3,23
13,57
7.02.03.01) PLANO DE SAÚDE
1,07
3,23
13,57
7.03) CUIDADOS PESSOAIS
0,71
1,55
7,22
7.03.01) HIGIENE PESSOAL
0,71
1,55
7,22
7.03.01.01) PRODUTO PARA CABELO
0,40
2,06
9,11
7.03.01.02) FRALDA DESCARTÁVEL
0,71
2,58
7,44
7.03.01.03) PRODUTO PARA BARBA
-0,43
-0,54
7,26
7.03.01.04) PRODUTO PARA PELE
0,54
1,16
5,94
7.03.01.05) PRODUTO PARA HIGIENE BUCAL
-0,01
0,69
8,87
7.03.01.06) PRODUTO PARA UNHAS
1,66
1,72
9,86
7.03.01.07) PERFUME
1,31
1,52
6,88
7.03.01.08) DESODORANTE
0,53
2,35
8,54
7.03.01.09) ABSORVENTE HIGIÊNICO
1,39
0,39
6,15
7.03.01.10) SABONETE
0,80
1,32
8,59
7.03.01.11) PAPEL HIGIÊNICO
-0,56
0,15
2,07
7.03.01.12) ARTIGO DE MAQUIAGEM
-0,08
4,39
9,98

8) TRANSPORTES
-0,86
0,15
1,77
8.01) TRANSPORTES
-0,86
0,15
1,77
8.01.01) TRANSPORTE PÚBLICO
-0,57
1,63
5,75
8.01.01.01) ÔNIBUS URBANO
0,31
5,57
6,31
8.01.01.02) TÁXI
0,00
0,41
1,08
8.01.01.03) TREM
0,20
2,50
2,50
8.01.01.04) ÔNIBUS INTERMUNICIPAL
0,44
7,04
10,17
8.01.01.05) ÔNIBUS INTERESTADUAL
-1,13
-1,14
5,87
8.01.01.06) PASSAGEM AÉREA
-9,63
-26,57
-0,85
8.01.01.07) METRÔ
0,00
0,00
2,57
8.01.01.08) TRANSPORTE HIDROVIÁRIO
-8,36
-8,36
-5,85
8.01.01.09) TRANSPORTE ESCOLAR
0,53
2,98
3,00
8.01.02) VEÍCULO PRÓPRIO
0,12
0,46
2,39
8.01.02.01) AUTOMÓVEL NOVO
0,01
-0,08
-0,01
8.01.02.02) EMPLACAMENTO E LICENÇA
0,35
1,06
8,55
8.01.02.03) SEGURO VOLUNTÁRIO DE VEÍCULO
0,39
4,66
10,69
8.01.02.04) MULTA
0,00
0,00
54,20
8.01.02.05) ÓLEO LUBRIFICANTE
0,32
-0,52
-0,69
8.01.02.06) ACESSÓRIOS E PEÇAS
-0,83
1,19
3,55
8.01.02.07) PNEU
0,37
0,95
-1,33
8.01.02.08) CONSERTO DE AUTOMÓVEL
0,99
0,73
3,20
8.01.02.09) ESTACIONAMENTO
0,13
0,65
2,65
8.01.02.10) PEDÁGIO
0,01
0,14
7,77
8.01.02.11) LUBRIFICAÇÃO E LAVAGEM
-0,71
1,20
1,42
8.01.02.12) AUTOMÓVEL USADO
-0,80
-0,64
-2,28
8.01.02.13) PINTURA DE VEÍCULO
2,36
2,32
4,09
8.01.02.14) ALUGUEL DE VEÍCULO
-3,57
0,23
-1,57
8.01.02.15) MOTOCICLETA
-0,39
0,66
4,48
8.01.03) COMBUSTÍVEIS (VEÍCULOS)
-2,68
-1,68
-2,61
8.01.03.01) GASOLINA
-2,21
-1,59
-2,07
8.01.03.02) ETANOL
-5,10
-2,86
-5,88
8.01.03.03) ÓLEO DIESEL
-1,38
0,96
1,90
8.01.03.04) GÁS VEICULAR
0,84
2,37
2,72

9) VESTUÁRIO
-0,12
-0,61
2,20
9.01) ROUPAS
-0,13
-0,89
1,30
9.01.01) ROUPA MASCULINA
-0,31
-0,43
3,55
9.01.01.01) CALÇA COMPRIDA MASCULINA
-0,50
-0,34
3,82
9.01.01.02) TERNO
0,09
1,98
8,36
9.01.01.03) AGASALHO MASCULINO
-0,39
-1,09
-3,74
9.01.01.04) SHORT E BERMUDA MASCULINA
-1,28
-1,26
3,05
9.01.01.05) CUECA
0,90
0,41
5,47
9.01.01.06) CAMISA / CAMISETA MASCULINA
0,10
-0,40
3,84
9.01.02) ROUPA FEMININA
-0,01
-1,25
-0,05
9.01.02.01) CALÇA COMPRIDA FEMININA
-0,64
-0,88
1,89
9.01.02.02) AGASALHO FEMININO
0,19
-1,58
-2,14
9.01.02.03) SAIA
0,20
-0,35
2,65
9.01.02.04) VESTIDO
-0,25
-1,98
-3,55
9.01.02.05) BLUSA
0,39
-1,41
-1,63
9.01.02.06) LINGERIE
1,29
0,26
7,84
9.01.02.07) BERMUDA E SHORT FEMININO
-1,16
-2,28
0,50
9.01.03) ROUPA INFANTIL
-0,06
-0,97
0,13
9.01.03.01) UNIFORME ESCOLAR
0,19
3,04
5,27
9.01.03.02) CALÇA COMPRIDA INFANTIL
2,21
-0,27
1,71
9.01.03.03) AGASALHO INFANTIL
2,04
0,94
3,66
9.01.03.04) VESTIDO INFANTIL
-0,66
-1,21
-1,05
9.01.03.05) SHORT E BERMUDA INFANTIL
-0,78
-1,37
3,26
9.01.03.06) CAMISA / CAMISETA INFANTIL
-0,82
-1,53
-2,04
9.01.03.07) CONJUNTO INFANTIL
-1,24
-2,29
-2,55
9.02) CALÇADOS E ACESSÓRIOS
-0,06
-0,25
4,46
9.02.01) CALÇADOS E ACESSÓRIOS
-0,06
-0,25
4,46
9.02.01.01) SAPATO MASCULINO
0,04
-0,38
1,32
9.02.01.02) SAPATO FEMININO
-0,80
-0,70
0,10
9.02.01.03) SAPATO INFANTIL
1,62
-0,40
3,84
9.02.01.04) SANDÁLIA / CHINELO MASCULINO
-0,85
-0,69
4,36
9.02.01.05) SANDÁLIA / CHINELO FEMININO
-0,20
-3,00
2,77
9.02.01.06) SANDÁLIA / CHINELO INFANTIL
-1,00
-0,24
-1,02
9.02.01.07) BOLSA
-0,69
-0,56
0,16
9.02.01.08) TÊNIS
0,56
1,68
10,33
9.03) JÓIAS E BIJUTERIAS
-0,31
0,15
0,16
9.03.01) JÓIAS E BIJUTERIAS
-0,31
0,15
0,16
9.03.01.01) BIJUTERIA
-1,15
-1,01
-5,35
9.03.01.02) JÓIA
0,34
1,10
4,24
9.03.01.03) RELÓGIO DE PULSO
0,06
0,10
9,85
9.04) TECIDOS E ARMARINHO
-0,45
1,45
5,55
9.04.01) TECIDOS E ARMARINHO
-0,45
1,45
5,55
9.04.01.01) TECIDO
-0,17
1,48
4,80
9.04.01.02) ARTIGOS DE ARMARINHO
0,10
3,00
10,17
9.04.01.03) ACORTINADO (MOSQUITEIRO)
-2,17
-0,70
2,48

É muita coisa não é? Então, neste caso podemos ver para o mês de março o quanto pesou cada item. Quantas vezes você comeu manga no mês? Viram que a manga teve alta de 18%?  Em compensação o maracujá caiu 15%.

Então o ideal é você pegar as coisas que consome no mês e criar seu índice. Se quiser saber realmente a sua inflação, faça isso e quando a tabela mensal com as alterações nas porcentagens for publicada, você atualiza com os itens que consome e veja o quanto custou. Aí sim você poderá falar que a inflação teve um pacto negativo ou não e de quanto foi no seu salário.

Uma pessoa solteira, que mora com os pais e não tem carro sofre uma inflação muito pequena se não ficar comprando feijão carioca (rajado), claro. 

E você, como anda a sua inflação?

Por enquanto é isso pessoal.

Abraço a todos!